Tribuna 09/11/2015 PDF Imprimir E-mail

Tribuna da Câmara de Vereadores de Estrela

Sessão do Dia 26/10/2015

 

Luiz Fernando Schneider (PMDB) – Cumprimentou a todos. Falou sobre projeto de Lei que autoriza o financiamento para realização de obras de infraestrutura no loteamento nova Morada, com residências populares pelo programa Minha Casa, Minha vida. Discorreu sobre a transparência do processo de seleção dos beneficiários das casas populares.

 

Andreas Hamester (PP) – cumprimentou a todos. Falou sobre a importância de não dar simplesmente as casa populares, e sim fazer cobrança, mesmo que reduzida, pelo imóvel, para que as pessoas deem valor. Falou sobre a compra de remédios pela secretaria da saúde. Também abordou a questão da coleta seletiva e importância de separar o lixo. Por fim convidou a comunidade a ajudar na montagem dos enfeites que vão ornar os logradouros públicos para a época de natal.

 

Paulo Roberto Birck (PTB) – Cumprimentou a todos. Falou sobre os investimentos da administração municipal na área da saúde, superando as metas mas lamentou o atraso nos repasses estaduais e federais. Ressaltou a importância do trabalho de prevenção executado pelas agentes de saúde. Falou sobre a prestação de contas periódica feita pelo secretário de saúde à câmara. Falou sobre a campanha para beneficiar a Vovôlândia São Pedro no Programa Nota fiscal Gaúcha e também sobre a programação festiva da Quermesse que a entidade está organizando. Falou sobre a necessidade de a câmara fazer alguns movimentos em defesa de agricultores lesados em questões como a crise do leite, e a venda de fertilizante adulterado, e que deve-se buscar a federação dos trabalhadores rurais e que estes venham até a região buscar soluções para os produtores.

 

Lorena Hauschild (PR) – Cumprimentou a todos. Falou sobre as discussões em prol de melhorias no setor primário em recente congresso de entidades ligadas as questões do campo. Falou sobre sua participação na conferencia estadual dos direitos da mulher. Falou sobre a importância da participação cada vez maior da figura da mulher na vida publica. Falou sobre o lixo que não é separado corretamente pelos munícipes, e que isso ocasiona transtornos no recolhimento, uma vez que lixo seco, orgânico, lixo verde e entulhos tem dias determinados para serem recolhidos e que isso prejudica além da programação de coleta, prejudica principalmente o meio ambiente. Por fim convocou a todos os homens para que neste mês de Novembro Azul, aproveitem para cuidarem mais da saúde.

 

Felipe Schossler (PPS) – Cumprimentou a todos. Falou sobre o trabalho da secretaria da saúde, em especial dos agentes de saúde da família, no trabalho de prevenção e informação da comunidade. Falou sobre o sucesso do torneio de futsal no bairro Cristo Rei, destacando o trabalho voluntário do empresário Luis Bruxel na organização, e elogiou o esforço dos envolvidos. Falou sobre a perseverança dos agricultores de Estrela na produção de milho. Falou sobre o destaque de agroindústrias e seu papel na economia do município. Falou sobre a programação da Noite Cultural nas comunidades e que tem a próxima sessão no bairro Auxiliadora.

 

Paulo Floriano Scheeren (PPS) – Cumprimentou a todos. Falou sobre a discrepância entre a população e o numero de carteirinhas do SUS emitidas em Estrela, e elogiou o inicio do recadastramento para equalizar essa diferença. Falou sobre a produção agrícola do estado destacando números para frisar a necessidade de reconhecer o empenho e importância dos agricultores para a economia do país.  Falou sobre a recente fraude na venda de adubo adquirido pelos agricultores por intermédio do STR, e que foram constatadas irregularidades. O edil questionou onde está a FETAG para neste momento buscar uma solução para este problema e revelou que deve ser criada uma comissão no legislativo para tratar deste assunto e buscar solução para este prejuízo. Referiu-se à recente operação que prendeu integrantes da quadrilha “Bala na cara” e elogiou o trabalho das policias da região, que mesmo com pouco efetivo atenderam essa demanda e disse que é preciso contatar deputados federais e estaduais para buscar complemento do efetivo policial na região. Falou sobre a situação do escritório do Ipê, e que a situação não deve se sustentar por muito tempo, uma vez que a prefeitura está custeando o funcionamento, pois o estado não faz sua parte.