Tribuna 27/07/2015 PDF Imprimir E-mail

Tribuna da Câmara de Vereadores de Estrela

Sessão do Dia 27/07/2015

 

Lorena Hauschild (PR) – Cumprimentou a todos. Falou sobre a repercussão da onde de violência que vem sendo registrada em Estrela, citando em especial as ocorrências registradas em comércios no bairro Boa União, e comemorou que as reclamações e ameaças de comerciantes de fechar a Rota do Sol, surtiram efeito, pois ela mesma constatou que viaturas da Brigada Militar, e pediu que isso continue. Falou sobre a carreata e o evento em homenagem ao Dia do Colono e Motorista. Em aparte Ernani destacou que a carreata deu uma amostra da potência do setor primário em nosso município.

 

Gerson Adriano da Silva (PT) – Cumprimentou a todos. Falou também sobre a demonstração de força do setor agrícola de nosso município evidenciada no evento e na carreata do ultimo sábado. Destacou o esforço do governo municipal em assinar o inicío das obras de revitalização de mais uma parte do complexo da escadaria, indicando um investimento na história, cultura e no turismo do município ao restaurar essa área da cidade. Falou sobre o processo de construção do planejamento estratégico ouvindo diversos setores da comunidade.

 

Vanderlei Eidelwein (PR) – Cumprimentou a todos. Cumprimentou os coordenadores do grupo de Desbravadores Estrela do Vale, pelo trabalho junto aos jovens. Falou sobre o evento musical sediado pela Câmara de Vereadores, e organizado pela Secultur, que trouxe apresentação de músicas da Argentina e do Brasil, visto que um dos músicos era natural do país vizinho. O edil destacou a importância do trabalho da equipe da Secultur. Destacou uma música folclórica argentina com o objetivo de chamar a chuva, justamente em uma semana que registrou grande volume de chuva na região e o edil brincou com o fato. Destacou a importância dos motoristas e agricultores e sua contribuição na economia de nossa região. Também abordou o tema dos frequentes assaltos que vem sendo registrados em estrela e região recentemente. Lamentou a má administração do Estado nos últimos anos, e também falou de notícia de que o Rio Grande do Sul é o segundo estado em número de demissões, e também lamentou o anuncio de aumento de impostos para os empresários, que segundo o edil é desmotivante.

 

Adriano “Pida” Scheeren (PSB) – Cumprimentou a todos. Parabenizou os organizadores dos eventos em homenagem aos agricultores e motoristas na ultima semana, destacando a grande contribuição do setor primário na economia municipal. Em aparte Ernani lembrou que no dia dos festejos estava exposto um caminhão que vai auxiliar os agricultores do município, conseguido através de uma emenda parlamentar do deputado federal Dionilso Marcon. Scheeren revelou que esteve circulando na ultima semana com o secretário municipal de obras Jorge Both e o coordenador da capatazia de Delfina para verificar o estado das estradas do interior, em especial nas localidades de figueira e Arroio do Ouro, e que foi feito além de patrolamento, também a limpeza de bueiros em diversos pontos críticos.

 

Paulo Floriano Scheeren (PPS) – Cumprimentou a todos. Parabenizou o grupo Desbravadores Estrela do Vale pelo trabalho que fazem junto aos jovens para investir naqueles que são o futuro da sociedade. Cumprimentou os jornais do município pela cobertura da conferência municipal de assistência social, e que em especial um colunista lembrou da época em que existia o abrigo municipal junto a praça Menna Barreto. Parabenizou a capatazia da Delfina pelos serviços de recuperação de estradas. Destacou uma palestra de um economista, que foi bastante elogiada pelo edil, sobre a situação do país frente a crise. Lembrou o ex-prefeito Gabriel Mallmann sempre dizia que gostava de ter uma oposição forte, para ajudar a melhorar o trabalho, e que isso foi citado pelo palestrante, de que nos governos de Lula e no primeiro mandato da presidenta Dilma não houve uma oposição forte, e isso possibilitou os elementos que geraram a atual crise. Comemorou que mesmo com dificuldades um setor que se sustenta é o agrícola. Falou sobre a importância do setor e o respeito que tem pelos agricultores. Lembrou que dia 28/07 é o dia do Agricultor.

 

Paulo Roberto Birck (PTB) – cumprimentou a todos. Parabenizou a CACIS por trazer o economista citado pelo colega Paulo Scheeren para falar sobre o que é e os fatores que originaram essa crise. Destacou a potência do setor primário do município e que em Estrela o panorama é diferenciado, pois consegue ter uma produção variada em pequenos espaços, e também com empreendedores que se equipam e se modernizam para seguir competitivos. Destacou que esse ano acontece na Multifeira novamente o setor de exposição de máquinas agrícolas e animais. Em aparte Lorena destacou que há propriedades com faturamento superior ao de muitas empresas. Birck também desejou feliz dia do agricultor.

 

Marcelo Braun (PSDB) – Cumprimentou a todos. Revelou a implantação das câmeras de vigilância vai acontecer em Estrela, inicialmente no centro mas que esse é apenas o pontapé inicial. Falou sobre a interrupção da ponte que liga a Linha São José a Novo Paraíso, e que conversou com o secretário de obras e que a mesma será liberada após reformas. Revelou que o prefeito deve viajar em breve à Brasília para buscar mais investimentos para o município. Falou sobre o Processos de Participação Popular e que para o município foram destinados pouco mais de meio milhão de reais para poucas áreas como saúde e educação. E lamentou que no ano anterior também participou da escolha das prioridades e que mesmo assim, nenhuma verba veio para isso. Ernani falou que as principais emendas já encaminhadas são para saúde, mas para construção, e não para manutenção.

 

Felipe Schossler (PPS) – Cumprimentou a todos.  Cumprimentou os organizadores da carreata e do evento em homenagem ao colono e motorista ocorrido no sábado. Citou fala do deputado Alceu Moreira de que deveria haver mais agilidade na regularização das atividades rurais, o que dificulta as atividades. Lamentou que recentemente um projeto de Lei deu entrada no congresso pedindo a renegociação das dívidas de clubes de futebol, enquanto faltam investimentos no setor primário, e que espera que os deputados pressionem o governo federal para que os clubes paguem suas dívidas e não sejam mais uma vez o agricultor e o trabalhados os onerados. Pediu que haja mais prática e menos discurso, reiterando que não é contra a fiscalização, mas que a burocracia em excesso atrapalha, tanto agricultores quanto empresários. Citou o caso do atraso no término das obras de duplicação da BR 386, por motivo da burocracia atrasar a liberação da nova aldeia indígena, e disse que espera que agora que finalmente a aldeia foi liberada que a continuidade das obras não entrem nos cortes do orçamento e que possa acontecer.