Tribuna 01/12/2014 PDF Imprimir E-mail

Tribuna da Câmara de Vereadores de Estrela

Sessão do Dia 1º/12/2014

 

Paulo Floriano Scheeren (PPS) – Cumprimentou a todos. Falou sobre uma reunião do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Estrela, da qual participou, onde constatou afirmativas das quais discordou, e quando pediu a palavra, o presidente do sindicato lhe negou a fala. Fato que lamentou, afirmando que o estatuto lhe dava o direito a palavra que foi negado. Falou sobre a reunião extraordinária que ocorreu na semana anterior, e destacou que um fato ocorreu de forma irregular, na tramitação do projeto de Lei que define a Lei Orçamentária anual. Scheeren afirmou que teve sua emenda negada, na qual pedia a redução da livre movimentação do orçamento outorgado ao prefeito. Criticou que o atual presidente no passado votou a favor de um projeto que reduzia o valor. Em aparte  o vereador Marcelo Braun destacou que não só votou favorável em 2009 como foi autor do projeto, mas que na época eram apenas 9 vereadores, e que hoje com 13 vereadores é possível fiscalizar esses gastos. Scheeren criticou afirmando que não é possível fiscalizar pois o executivo não tem transparência em seu portal. Scheeren criticou os estacionamentos rotativos em estrela, que teve, segundo o edil caso de reboque de um carro, o que o edil considerou ilegal, pois não há legislação municipal. Em aparte Ernani de Castro lembrou que também tentou colocar um projeto para regulamentar o estacionamento de motos, ao que na época foi informado que não poderia ser feito uma legislação via município, pois o trânsito é regido pelo Código de Trânsito Brasileiro. Scheeren discordou afirmando que em Lajeado há uma legislação municipal, a qual classificou como absurda, pois segundo o edil quem paga pode ficar por 24hs, e quem é deficiente se não pagar tem o carro rebocado. Scheeren falou sobre as obras de recapeamento da Rua Frederico Alberto Sulzbach, no bairro das Industrias, elogiando a pintura e organização, afirmou que os situacionistas vão dizer que são obras que acontecem graças ao contrato com a Corsan, mas que pela espessura do asfalto é pouca e acredita que não vai durar. Em aparte o vereador Gerson questionou se o colega está elogiando ou criticando. Scheeren ressaltou que foi anunciada a contratação de um engenheiro que não foi vistoriar as obras.

 

Felipe Schossler (PPS) – Cumprimentou a todos. Falou sobre a campanha de combate à AIDS, lamentando que ainda se registram muitos casos novos. Citando uma questão feita pelo líder de governo na semana anterior, sobre o andamento das obras nas vias do bairro Auxiliadora. Lamentou que as obras paralisaram novamente apesar do tempo bom registrado nas ultimas semanas, nada ocorreu. Em aparte o vereador Vanderlei Eidelwein (PR) corroborou as afirmações de Schossler. Felipe destacou que vai continuar buscando informações e lutando pelo andamento das obras no bairro, lembrando que foi prometido o inicio das obras também no bairro Pinheiros. Em aparte a vereadora Lorena Hauschild destacou que moradores do bairro Pinheiros vão fechar permanentemente as vias. Schossler afirmou que ao buscar informações descobriu que os telecentros digitais foram fechados por corte de gastos. Lamentou o fato por que considera a iniciativa como uma ferramenta de educação. Em aparte Élio destacou que por motivo de não parar as obras do loteamento popular foi feito um aperto no orçamento. Schossler questionou onde está o superávit de R$9 milhões. Cumprimentou o colega Paulo Scheeren pela emenda à LOA, limitando a 10% a movimentação livre do prefeito, ressaltando que preferiria morar em lajeado onde há o triplo do orçamento e mesmo assim apenas 10% de livre movimentação. Em aparte o colega Lui lembrou que se o colega quer morar em Lajeado tem que renunciar ao mandato de vereador em Estrela.

 

Andreas Hamester (PP) – Cumprimentou a todos. Afirmou que gosta de estudar antropologia, pelos seus campos de estudo, afirmando que mesmo em países desenvolvidos, cerca de 10% da sociedade vai apresentar problemas, desde a desordem até a criminalidade. Lembrou que tudo está ligado à educação, pois em países como o Brasil, 60% do sistema educacional é falha, e é um problema que se estende por décadas. Se disse orgulhoso da política gaúcha que troca sempre o seu governador. Citou diversos índices de criminalidade e contravenções registrados no Brasil como crimes de homofobia, corrupção nas mais diversas áreas. Afirmou que em um país, onde um aluno na 5ª série não quer continuar estudando, não há perspectiva. Afirmou que o Nordeste do Brasil só mudará o voto quando um candidato oferecer mais que os atuais governantes, vendendo-se novamente, e continuando na ignorância. Afirmou que diversas instituições como Rotary, Lions, Liga de combate ao Câncer são paliativas. Citou Fortaleza, afirmando que apenas 10% é de área bonita, o restante é favela. Afirmou que o mais importante é a educação, e que seja educação de fato, não apenas pintar a fachada, mas investir. Afirmou que só a educação vai transformar as coisas, na saúde, nas questões ambientais. Falou que ainda bem que a imprensa está atenta. Reiterou que não critica o nordeste por votar no PT, lembrando que na região já foram mais votados outros partidos. Sobre o combate a AIDS destacou que o RS apresenta maiores índices da doença porque aqui as pessoas fazem os exames, diferente de outras regiões.

 

Ernani Luis de Castro (PMDB) – Cumprimentou a todos. Ressaltou que divergências são normais que aconteçam, mas que se fazem criticas a Estrela, mas ao conversar com pessoas de municípios vizinhos se ouve elogios a Estrela. Em aparte Gerson ressaltou que o investimento na ornamentação natalina dá retorno ao comércio, pelas diversas visitas que o município recebe. Ernani destacou o sucesso da abertura das festividades , com o grande número de público, quando se esperavam de 500 a 1000 pessoas e afirmou acreditar que mais de 3 mil pessoas prestigiaram o inicio das festividades de natal, afirmando que esse número é a resposta do povo, que precisa não só de obras físicas, mas também deste tipo de evento que demonstre o carinho com as pessoas. Ressaltou que tudo o que foi feito na cidade, não demandou muito dinheiro. Sobre o recapeamento asfaltico em diversas vias, ressaltou que está sendo feito e que está sendo feita também economia. Tranquilizou o colega Felipe de que no tempo certo as obras no bairro Auxiliadora vão acontecer.

 

Élio Jair Kunzler (PTB) – Cumprimentou a todos. Relatou visitas que fez a escolas nos últimos meses, e destacou a EMEF Odilo Afonso Thomé que recebeu melhorias e que mantém o prédio bem conservado, além dos lanches a almoços servidos as crianças. Falou também sobre a EMEI Casa da criança, lembrando que a ampliação, que foi inaugurada com irregularidades e foi preciso refazer boa parte do projeto. Falou sobre sugestões que deu para aproveitamento de um espaço. Em aparte o vereador Paulo Scheeren questionou sobre a creche no bairro das Industrias que tinha inauguração prevista para este ano. Élio respondeu que a creche será inaugurada quando puder receber crianças, diferente do que foi feito no governo passado na própria Casa da Criança. Paulo rebateu afirmando que se houve erro a fiscalização da prefeitura deveria ter cobrado. Élio destacou que graças a emenda do deputado Busatto que vai permitir a pavimentação de uma rua no bairro migrantes, e lembrou que se o colega Felipe estava tão preocupado com a pavimentação das ruas de seu bairro, deveria ter buscado apoio de um deputado. Felipe pediu que o colega reconheça que a rua Thomaz Pereira Neto no bairro Imigrantes já foi asfaltada no governo passado. Élio lembrou que a obra só se deu por pressão do então oposicionista vereador José Alves. Por fim Élio falou sobre as criticas do colega Paulão sobre o asfaltamento no bairro das Industrias, e revelou que foi buscar informações e as obras estão obedecendo padrões técnicos, e reiterou que se o governo anterior, do qual Paulão fazia parte tivesse feito o contrato c a Corsan, fazendo as exigências que fez esse governo, os reparos nas 14 ruas que estão sendo feitos já teriam sido executados.

 

Luiz Fernando Schneider (PMDB) – Cumprimentou a todos. Citando a manifestação do colega Castro, sobre as obras que devem ocorrer nos próximos meses, afirmando que não entende porque os vereadores de oposição, que estiveram com seu partido por oito anos e não fizeram essas obras que a atual administração está fazendo, mas mesmo assim critica, e afirmou que as obras serão inauguradas ainda na atual legislatura. Lui cumprimentou mais uma vez o colega castro e citou o posto de saúde do bairro Moinhos, que confirme os vereadores puderam constatar, não havia sequer uma caixa de curativos, e ainda apresentava irregularidades e rachaduras. Lui sugeriu que seja enviada uma correspondência endereçada à primeira-dama e sua assessora pela organização do projeto de ornamentação natalina. Falando sobre o bolo arrecadatório da União, acusou o baixo retorno aos municípios, ainda que a maioria dos problemas tenham que ser resolvidos pelos municípios. Em aparte o vereador Felipe Schossler ressaltou que aguarda a assinatura da presidente o aumento do repasse do Fundo de participação dos Municípios – FPM. Lui destacou a correspondência recebida pelo Executivo, onde o Tribunal de Contas do Estado, reconhece o Portal de internet da administração de Estrela pela transparência, lembrando que por diversas vezes criticado, tem o reconhecimento do TCE.

 

Paulo Roberto Birck (PTB) – Cumprimentou a todos. Falou sobre o projeto de incentivo a permanência do jovem no campo, aprovado na sessão anterior, revelando que o mesmo obteve grande destaque nos veículos de comunicação, e que participou na semana anterior de um congresso da juventude rural, onde recebeu parabéns pela ideia e pioneirismo deste projeto. Falou sobre o evento que abria a programação das festividades natalinas. Ressaltou que grande publico é esperado, e que hoje Estrela é referencia no Estado. Reiterou o pedido do colega Lui Schneider de envio de uma correspondência reconhecendo o esforço da primeira-dama e sua assessora. Destacou que esteve também em Lajeado, onde a decoração foi montada por voluntário de Estrela. Falou sobre a seleção brasileira Infanto-juvenil de vôlei, que tem várias atletas estrelenses e também o seu treinador, que foram vitoriosos em uma competição. Falou sobre a mudança de endereço do posto de saúde do bairro das Industrias, e que do dia 1º ao dia 12 deste mês os atendimentos serão redirecionados ao posto central, e também nos dias em que haverá ponto facultativo por ocasião das festividades de fim de ano, o posto central terá atendimento. Falou também sobre o período de manutenção do ônibus da saúde, que no inicio do ano não atenderá, pedindo que ao munícipes procurem os postos de saúde nesse período. Sobre a fala dos colegas Paulo Scheeren e Felipe Schossler, sobre a percentagem de livre movimentação do orçamento. Birck lembrou que dos oito anos do governo anterior teve os 20% em cinco deles, tendo apenas em três oportunidades ocorreu a redução para 10%. Em aparte o vereador Élio destacou que o atual prefeito vai administrar bem esses 20%, pois é muito inteligente. Birck destacou que seguidamente o governo de estrela têm recebido reconhecimento por projetos e boas práticas administrativas.