Tribuna 07/07/2014 PDF Imprimir E-mail

Sessão 07/07/2014

 

Paulo Roberto Birck (PTB) - Cumprimentou a todos. Falou sobre educação, destacando a participação de 54 alunos no curso de Educação para Jovens e Adultos (EJA), lembrando de sua própria experiência no EJA. Ressaltou a qualidade do ensino na rede municipal pública de ensino, citando dados e projetos apresentados recentemente na câmara pelo secretário de educação, citando especificamente os trabalhos desenvolvidos na EMEF Pedro Jorge Schimidt, no distrito de Delfina. Falou sobre a nova exigência que as escolas reservem duas horas mensais para que os alunos assistam filmes nacionais, e questionou quais filmes nacionais poderiam ser exibidos para crianças. Elogiou a programação que antecedeu a sessão com a entrega de duas vans para transporte de pacientes na secretaria da saúde, bem como o acompanhamento da comitiva da secretaria estadual da saúde ao futuro Posto de Saúde Central e ao Hospital Estrela.

 

Lorena Hauschild (PR) - Cumprimentou a todos. Ressaltou a importância da presença da Secretária Estadual de Saúde no município visitando o Hospital Estrela, que a vereadora definiu como um hospital exemplar no Vale do Taquari, e também o futuro Posto de saúde central. Ressaltou que a secretaria se colocou a disposição para ajudar o município.

 

Andréas Hamester (PP) - Cumprimentou a todos. Falou sobre a instalação de um trem ara percorrer uma rota turística entre Estrela e Guaporé, e destacou a importância de um investimento nesta área, explicando como se dá o retorno desse roteiro turístico. Elencou as potencialidades que este roteiro pode agregar à economia do município, e também citou os desafios que serão enfrentados, com a necessidade de investimento das prefeituras na revitalização de um trecho entre Estrela e Colinas, bem como a construção de plataformas ao longo do roteiro onde o trem possa fazer paradas estratégicas. Se disse preocupado pois existe a possibilidade de Estrela perder esta oportunidade. A vereadora Lorena Hauschild sugeriu a formação de uma comissão para tratar deste tema junto à Administração. Hamester se dispôs a marcar uma reunião.

 

Élio Jair Kunzler (PTB) – Cumprimentou a todos. Falou sobre a visita da comitiva da secretaria de saúde do estado e comemorou a vinda de duas vans para transporte de passageiros. Lembrou que os veículos antigos seguidamente apresentavam falhas e com os veículos novos esse risco está minimizado. Parabenizou o secretário municipal da Saúde.

 

Luiz Fernando Schneider (PMDB) – Cumprimentou a todos. Falou sobre a operação tapa-buracos realizada nas semanas anteriores no interior, e revelou que este trabalho terá continuidade na próxima semana, com utilização de concreto para reforma de trechos prejudicados nestas estradas. Falou sobre a visita da comitiva da secretária da saúde do estado e revelou ter feito um pedido à secretária a instalação de uma unidade avançada da SAMU em Estrela e esta teria assumido esta demanda como compromisso. Falou sobre noticias de tratativas entre o gabinete do prefeito e a direção da Empresa Dália Alimentos sobre a área de terras posta a disposição para instalação de uma matriz da empresa no município e esta foi aprovada pelo corpo diretivo da mesma.  Restando agora o encaminhamento dos demais trâmites burocráticos. Falou sobre eventos em que representou a câmara de vereadores. Falou sobre a assinatura do convênio entre a Prefeitura de Estrela e Conpasul para a pavimentação de mais de 20 ruas do município e que ouviu do diretor da empresa que as obras iniciam tão logo o clima permitir. Élio revelou que as obras já iniciaram. Felipe Schossler reiterou que assistiu a assinatura do convênio e que esse projeto foi da administração anterior. Schneider destacou também o novo convênio com a Corsan. Lui falou sobre a luta pela inauguração do posto de saúde central, que foi projetado para ter uma unidade 24h. Em aparte o vereador Paulo Birck lamentou que muito dinheiro deve ser empregado em reformas desta sede.

 

Paulo Floriano Scheeren (PPS) – Cumprimentou a todos. Reiterou pedido de comunidades do interior de que a AES Sul não realiza as leituras de consumo e quando vem a conta os valores são mais altos. Em aparte o vereador Adriano Scheeren (PSB) destacou que quando não há pagamento a AES Sul encontra a residência do produtor para cortar a luz. Andréas sugeriu que seja feita uma comunicação por escrito à empresa. Paulão reclamou que fez um pedido de informação que não foi respondido, mas que na fala do vice-prefeito foi esclarecida, de que as máquinas chegaram ao município, reclamando que agora só falta que elas atendam a comunidade. Questionou onde está o dinheiro da administração, do orçamento de R$70 milhões, pois o governo anuncia diversas verbas federais e mesmo com o orçamento já grande do governo não houve aumento ao funcionalismo e nem iniciadas obras com o orçamento do município. Em aparte o vereador Élio disse que no ano anterior houve quase um milhões de contrapartida na compra da área de terras para o loteamento popular.Scheeren respondeu que cada ano tem seu orçamento. Élio destacou a vinda das ambulâncias novas. Paulo rebateu afirmando que a ultima van adquirida pela administração é de 2009. Gérson reiterou que a atual administração. Gerson ressaltou que a atual administração está pagando dívidas deixadas pelo governo anterior. Scheeren ressaltou que o governo anterior iniciou obras com orçamento do município sem auxílio de verbas federais, e que isso não ocorre neste governo. Scheeren apontou que das ruas pavimentadas pelo PAC 2 terão 75% deste valor financiado pelos contribuintes. Falou sobre o projeto 122, acusando que este foi mal elaborado, pois pede readequação da conta para um auxílio já aprovado e depois de um mês foi verificado que a referida conta não tinha recurso. Citou outro projeto que adapta o orçamento para recebimento de verbas para cobertura de um ginásio. Destacou não ser contra, mas que o regimento da casa deve ser respeitado, e disse que os pedidos de votação em urgência são uma provocação a ele.

 

Felipe Schossler (PPS) – Cumprimentou a todos. Citou frase de Leonel Brizola, que teria dito preferir construir escolas à presídios. Reiterou que os governos não deixem as obras só no papel. Falou sobre os horários de linhas de ônibus no bairro Auxiliadora, e revelou conversa com proprietário de uma das empresas que se prontificou a buscar solução. Afirmou que o orçamento é o combustível de cada secretaria, e lembrou que no governo anterior o orçamento municipal foi triplicado, e que esse aumento também é sentida nas secretarias. Reiterou que é verdade que as vans se desgastaram sim, pelo uso contínuo, e apontou que o colega Élio deve ter cuidado quando afirma que as mesmas estavam seguidamente no guincho. Parabenizou o secretário da saúde por ter conseguido estas duas novas vans. Élio destacou que o atual governo adquiriu em máquinas e ambulâncias neste mandato mais do que nos últimos 15 anos. Schossler lembrou que foi aprovado projeto para contratação de operador de máquinas e as máquinas não podiam atuar. Ernani destacou que as máquinas levarem uma semana ou mais para começar a trabalhar não deve ser motivo de debate, uma vez que estas estão à serviço da comunidade e afirmou que é preciso enxergar também as coisas boas. Schossler lembrou que os projetos de emergência foram trancados para serem melhor avaliados. Agradeceu o vice-prefeito pela disponibilidade e realização de reuniões no bairro Auxiliadora.

 

Adriano Scheeren (PSB) - Cumprimentou a todos. Afirmou que administrar bem o orçamento nada mais é que obrigação do gestor público, reiterando não adiantar discutir que a administração passada fez, se a  atual também está fazendo. Adriano parabenizou a administração pela prestação de contas e pelos projetos que estão na pauta. Sobre o asfaltamento da RS 129, lamentou que apesar de todas as tentativas neste ano, e desde o ano anterior, quando protocolaram o projeto. Revelou reunião em Porto Alegre da qual participou na secretaria estadual do planejamento para saber sobre o tramite desta demanda e descobriu que há resistência do DAER em ceder o trecho já aprovado na câmara para municipalização, e buscou apoio na assembleia legislativa. Reafirmou seu empenho nesta demanda junto a comunidade, e lamentou que algumas pessoas demonstram que não querem que esta obra aconteça. Adriano destacou que o excesso de chuvas nas ultimas semanas danificou muitas estradas no interior. Em aparte o vereador Ernani lembrou que com as chuvas várias estradas são danificadas ao mesmo tempo mas as reformas são mais demoradas. Adriano lamentou que nas redes sociais as pessoas postam fotos da estrada danificada, mas quando ocorrem as melhorias ninguém se manifesta. Em aparte o vereador Élio pediu que os munícipes entendam que atrasou a autorização para detonação da pedreira e agora que há o material as melhorias serão feitas.

 

Vanderlei Eidelwein (PR) – Cumprimentou a todos. Cumprimentou o vice-prefeito pelas explicações sobre os projetos e andamento. Falou sobre o projeto sobre o ginásio esportivo junto à EMEF Cônego Sereno Hugo Wolkmer. Agradeceu ao secretário da educação pelo empenho. Destacou a importância das novas vans para a secretaria da saúde. Falou sobre as ruas que serão pavimentadas no bairro Auxiliadora.