Tribuna 13/05/2013 PDF Imprimir E-mail

Tribuna da Câmara de Vereadores de Estrela

 

Paulo Floriano Scheeren (PPS) – Cumprimentou a todos. Citou um comentário do jornalista Alexandre Garcia em veículos de imprensa, em que Garcia se referiu a um ex-chefe de gabinete do presidente Lula, que teve que prestar depoimentos à Policia Federal, pois este funcionário teria recebido quase R$300 mil e mesmo assim não tinha posses em seu nome. Falou sobre a repercussão do caso do leite. Lembrou a origem de agroindústria familiar da Lativida, uma das empresas envolvidas no escândalo de adulteração do leite, e falou sobre a visita dos vereadores ainda neste ano a essa empresa. Lembrou que a empresa afirmou ter um laboratório dentro da fábrica, mas o problema não foi constatado, e nos laboratórios da Univates as irregularidades foram identificadas. Comentou sobre a sua preocupação com os funcionários e suas famílias, que dependem deste emprego, bem como a situação dos produtores que forneciam o leite para a empresa. Scheeren afirmou que os fatos não foram todos esclarecidos, mas que o ministério público está investigando. Citou a fala do vereador Adriano Scheeren (PSB) que criticou na sessão anterior a situação do prédio da Casa da Criança. Paulão questionou se o colega checou a informação in loco, pois afirmou que não havia situação precária de rachaduras relatada por Adriano e lembrou que a empresa vencedora da licitação para aquela obra tem responsabilidade de corrigir os eventuais erros. Ressaltou que também há problemas com falta de vagas em creches, pois segundo Paulo o governo anterior se preocupava com essa situação. Denunciou que o projeto que cedia área para a AJES, teve seu voto contrário, pois há falta de vagas para creches e ele não seria favorável a ceder uma área onde poderia ser ampliado aquele educandário. Em aparte o vereador José Alves afirmou que a inauguração desta obra da Casa da Criança foi eleitoreira, pois a obra foi inaugurada mesmo estando inacabada. Também em aparte o vereador Adriano Scheeren questionou a inauguração de obra inacabada. Paulão finalizou cumprimentando os munícipes pela passagem do aniversário do município.

 

Ernani de Castro (PMDB) – Cumprimentou a todos. Parabenizou o coordenador de trânsito do município pelo trabalho que vem sendo feito. Criticou o fechamento, no governo anterior, de uma rua no bairro Boa União, que obriga os moradores a fazer uma volta muito grande para acessar a BR 386. Afirmou que a população está se organizando para buscar a abertura deste acesso. Falou sobre as instalações das canchas de bolão da Sociedade Rio Branco, que no fim de semana seguinte realizará um torneio estadual de bolão. Convidou os demais vereadores e a população para participarem desta programação. Também parabenizou os munícipes pelo aniversário de Estrela.

 

Gerson Adriano da Silva (PT) – Cumprimentou a todos. Parabenizou os munícipes pelo aniversário de Estrela ressaltando a bela festa que está organizada. Falou sobre sua participação na ação Viva o Taquari Vivo durante o fim de semana. Ressaltou a preocupação das pessoas com o Rio Taquari. Citou a importância turística do Rio, destacando o projeto recentemente aprovado de revitalização da escadaria de acesso ao manancial. Comentou dados estatísticos da campanha Viva o Taquari Vivo referentes ao volume de dejetos retirados do rio, fazendo uma relação destes materiais com as consequências de uma cheia. Em aparte o vereador Andréas Hamester (PP) questionou se a quantidade de lixo aumentou nos últimos anos. O vereador Gerson revelou que este ano o volume foi menor por diversos fatores, entre eles a transferência de data da ação, o que prejudicou o numero de participantes, e também o fato de que não houveram cheias este ano. Também em aparte o vereador Lui Schneider (PMDB) parabenizou o vereador pela participação nesta ação, e lembrou que não é necessariamente só a população de Estrela que joga lixo no Rio. Silva aproveitou para ressaltar a importância de outras cidades também realizarem estas ações para melhorar as condições do rio.

 

José Itamar Alves (PTB) – Cumprimentou a todos. Parabenizou os munícipes pelo aniversário de Estrela. Alves lembrou que não é estrelense de nascimento, mas que foi muito bem acolhido nesta cidade. Cumprimentou o Major Cezar e o capitão Bortolini da Brigada Militar pelo lançamento do programa Brigada Mirim. Lembrou que na semana anterior ocorreu o assassinato de um taxista estrelense. Ressaltou que todas as ações feitas no sentido de afastar as crianças da drogadição e da criminalidade são bons investimentos. Falou sobre a inauguração da sede da Secretaria de Desenvolvimento Social e parabenizou o secretário Cristiano pelo trabalho. Também falou sobre o projeto que está na ordem do dia que prevê isenção de impostos para casas populares a serem construídas no bairro Boa União. Convidou a população para prestigiar a sessão solene na segunda-feira seguinte em homenagem ao aniversário de Estrela. Também parabenizou a iniciativa da sociedade Rio Branco que está promovendo torneio estadual de bolão.

 

Felipe Schossler (PPS) – Cumprimentou a todos. Criticou os gastos com licenças médicas do Senado, o que Schossler classificou como uma vergonha. O vereador disse que é preciso iniciar uma campanha pela extinção do Senado. Falou sobre noticia de uma convocação de uma sessão extra remunerada que não teve quórum. Ressaltou que se situação semelhante ocorresse no município, teria grande repercussão. Cumprimentou o vereador Adriano Scheeren pela preocupação com a iluminação do Parcão, ressaltando que esse projeto de iluminação é da administração passada. Falou sobre o episódio do cancelamento da festa das crianças no ano anterior que não ocorreu no parque por motivos de segurança, mas que aconteceu nas escolas. Lembrou das obras de asfaltamento que foram feitas pela administração passada, feitas com recursos próprios e destacou que é positivo que a atual administração queira seguir este exemplo. Falou sobre comentários postados anonimamente no facebook, citando a sua pessoa. Criticou a postura dessa pessoa em não se identificar. Revelou que se algum dia tomar alguma decisão o primeiro a saber será o presidente do seu atual partido. Fez comentários às noticias de violência contra professores nas salas de aulas. Destacou que o principal item da educação, o professor, está sendo esquecido. Prestou sentimentos à família do taxista assassinato na semana anterior. Pediu que todos os presentes prestassem uma homenagem à família deste trabalhador, ficando em pé e observando 1 minuto de silêncio, o que foi feito. Finalizou parabenizando a população pelo aniversário do município.